sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

FELIZ ANO NOVO


A vida já é muito complicada e cheia de contratempos. Conservar o bom humor é um segredo de sobrevivência.
QUE AS BOAS ENERGIAS DO NATAL SEJAM REVERTIDAS EM MUITA DISPOSIÇÃO E TRABALHO EM 2012

Sempre que estiveres triste, deixe dos olhos rolar uma lágrima. Dos lábios um sorriso, do coração uma prece. Pois a suprema coragem da vida, é sorrir quando se tem vontade de chorar

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

QUARTA FEIRA

 DOIS CLAROS
DOIS ESCUROS
DUAS COQUINHOS
DUAS CANELINHAS
UMA CAIPICEVA
UMA PORÇÃO DE PASTEL DE CARNE SECA
20H

domingo, 18 de dezembro de 2011

QUE VENHA 2012!

COM AMELIE!
COM BELFAGOR!
COM ÁCIDO SULFÚRICO!
COM RABUGÍSSIMO!
COM MARY HELP!
COM PASTELÃO E MUITO MAIS!

BRINDEMOS UM NOVO ANO!

domingo, 11 de dezembro de 2011

NOVO SITE

O designer Arthur Zanini caprichou! Ou está caprichando!
Já está no ar o novo site dos Rabugentos.
Acesse: www.rabugentosciateatral.com

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

JÁ NAS BANCAS EM RIBEIRÃO PRETO

O novo livro do autor sertanezino Roger Franchini pela Editora Planeta já está nas bancas em Ribeirão Preto.
RICHTHOFEN, O ASSASSINATO DOS PAIS DE SUZANE já dispara entre os mais vendidos.




sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

ECLIPSE - Estreia nacional!

O Grupo Galpão estreia, a partir do dia 3 de dezembro, seu novo espetáculo, ECLIPSE, livre adaptação da obra de Anton Tchékhov. A direção é do russo Jurij Alschitz, com assistência da lituana Olga Lapina e do mineiro Diego Bagagal. A temporada vai até dia 18 de dezembro, de quinta a sábado, às 21h, e domingo, às 19h, no Galpão Cine Horto.


Projeto VIAGEM A TCHÉKHOV
Eclipse completa o projeto Viagem a Tchekhov, lançado pelo Grupo Galpão em 2011. O Grupo propôs um mergulho, durante um ano, na obra do autor russo, com o objetivo de montar dois espetáculos. Para embarcar nesse desafio, pela primeira vez, a trupe se dividiu: em abril deste ano, Antonio Edson, Arildo de Barros, Eduardo Moreira, Fernanda Vianna, Paulo André, Teuda Bara e a atriz convidada Mariana Muniz, participaram da primeira montagem, Tio Vânia (aos que vierem depois de nós), que teve estreia nacional em Curitiba e depois seguiu em turnê pelo país. O clássico de Anton Tchékhov esteve sob direção da mineira Yara de Novaes. Agora, Chico Pelúcio, Inês Peixoto, Júlio Maciel, Lydia Del Picchia e Simone Ordones se preparam para lançar a segunda montagem do projeto, Eclipse, que propõe uma livre visitação à obra do escritor russo. Para o ator Chico Pelúcio, “montar Tchékhov expressa as aspirações individuais e coletivas do grupo e, ao mesmo tempo, retrata a fase de maturidade do Galpão, que completa 30 anos de existência em 2012”, diz.

O PROCESSO
Eclipse surgiu de um encontro com o diretor e professor russo, residente em Berlim, Jurij Alschitz, que, em 2006, veio ao Galpão Cine Horto para ministrar uma oficina e dar palestra. Em 2010, o Grupo voltou a encontrá-lo no ECUM (Encontro Mundial de Artes Cênicas), quando três atrizes do Galpão participaram de sua oficina. “O convite veio naturalmente. Estávamos empolgados com sua visão de teatro e seu trabalho de treinamento de atores, desenvolvido no Akt-zent International Theater Centre que Jurij coordena em Berlim”, conta Chico Pelúcio.
Desde o início do processo, Jurij Alschitz apostou no risco de buscar um teatro que Tchékhov estaria fazendo, caso ainda fosse vivo. Segundo o diretor russo, não é possível tentar reproduzir princípios do drama psicológico ou tão pouco beber na commedia dell’arte.
Para a construção do espetáculo Eclipse, os atores do Galpão se envolveram com a leitura de peças e contos de Anton Tchékhov. Buscavam na obra do grande autor russo, referências e reflexões filosóficas sobre temas universais que continuam a atravessar o homem de hoje. Nas primeiras conversas, os contos foram selecionados à distância, via Skype. Depois, em workshops internos, as cenas eram gravadas e enviadas ao diretor. Posteriormente, vieram os encontros presenciais nos meses de junho (em Belo Horizonte), setembro (em Berlim) e novembro (em Belo Horizonte). Nos períodos de ausência do diretor, os atores trabalharam sob a coordenação do assistente de direção Diego Bagagal e do diretor musical Ernani Maletta, preparando canções populares românticas da Rússia e cenas e estudos sobre a “virada russa” do começo do século XX.

DRAMATURGIA
Jurij Alschitz assina também a dramaturgia. A partir de tudo que foi trabalhado, o diretor criou uma estrutura dramatúrgica centrada na ocorrência de um eclipse. O fenômeno vem como uma metáfora para os atores trazerem ao palco as palavras do autor. Os textos, recortes de vários contos de Tchékhov, não possuem uma abordagem formal e psicológica. Eles são reunidos em episódios independentes, que expressam pensamentos sobre o destino do homem, da humanidade e do próprio teatro.
LINGUAGEM
A linguagem estética que permeia os elementos da encenação, como o cenário, o figurino, a luz e a sonoplastia, é inspirada na vanguarda russa do início do século XX, o suprematismo. Criada por volta de 1913 por Kazimir Malevicht, a corrente vai defender uma arte livre de finalidades práticas e comprometida com a pura visualidade plástica. Trata-se de romper com a ideia de imitação da natureza, com as formas ilusionistas, com a luz e a cor naturalistas, com referências ao mundo objetivo. Nesta corrente predominam as cores primárias como o azul, o vermelho, o amarelo, as oposições de claro e escuro e as formas geométricas. Existe uma inclinação pelo resgate das origens e raízes.

domingo, 27 de novembro de 2011

Mais um livro do amigo Roger

Suzane von Richthofen e os irmãos Cravinhos ocuparam o noticiário policial por meses a fio após serem acusados de terem planejado e executado a morte dos pais dela em 2002.

O caso de parricídio e matricídio, que gerou comoção nacional, recebe tratamento de jornalismo investigativo no livro “Richthofen: O Assassinato dos Pais de Suzane”, escrito pelo ex-investigador da Polícia Civil Roger Franchini.
Com o subtítulo de “O Crime que Abalou o País com a Adrenalina e os Segredos de sua Investigação Policial”, o volume promete trazer os bastidores da investigação desde o momento em que a barbárie aconteceu e parecia ser um simples caso de latrocínio até se desenrolar em um caso complexo e começar a envolver pessoas próximas às vítimas.

O autor mostra como as evidências e pistas levaram até a jovem de classe média alta e revela como, junto ao seu namorado e o irmão dele, ela se converteu em ré confessa de ter arquitetado e colocado em prática o cruel assassinato dos próprios pais, Marísia e Manfred von Richthofen. O título também traz trechos dos sinistros depoimentos dados às autoridades pelos acusados.
A atuação de Franchini na polícia facilitou o acesso a informações oficiais sobre as investigações. O autor ganhou fama ao lançar o livro “Toupeira: A História do Assalto ao Banco Central”, sobre um dos maiores assaltos a banco do país. O caso foi adaptado para o cinema no filme “Assalto ao Banco Central”.
“Richthofen: O Assassinato dos Pais de Suzane”
Autor: Roger Franchini
Editora: Planeta
Páginas: 192
Quanto: R$ 16,90 (preço promocional, por tempo limitado)
Onde comprar: 0800-140090 ou na Livraria da Folha

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Encontro de palhaços em Ribeirão

PROGRAMAÇÃO


23/11 (quarta-feira)
15h no Hospital Beneficência Portuguesa
Operação Arco-Íris – São Paulo/SP
Intervenção de Palhaços
Proporcionar alegria às crianças e adolescentes em situação hospitalar por meio da arte do palhaço, gerando momentos de bem-estar e fortalecimento humano.

24/11 (quinta-feira)
15h no Aeroporto Leite Lopes
Esquadrilha da Risada – São Paulo/SP
Intervenção de Palhaços
Trupe de palhaços que o utiliza o método da “risoterapia” para tranquilizar e divertir os passageiros e demais usuários dos aeroportos. Nosso lema é: Rindo o tempo passa voando!

24/11 (quinta-feira)
17h30 na Praça XV
Chacovachi – Buenos Aires/ Argentina

Espetáculo CUIDADO, UM PALHAÇO MAU PODE ARRUINAR SUA VIDA
Em um mundo cheio de contradições, inocência, azia, conformidade e rebelião este palhaço é um verdadeiro vingador dos adultos. Não é bobo ou ingênuo, nem fácil de digerir.
Equilíbrios, malabarismo e magia são a desculpa. Deus, política, morte, drogas, poder, falsa modéstia, o amor, os ideais e a conformidade são o motivo para rir.
Sua missão neste mundo é despertar as almas inocentes.

25/11 (sexta-feira)
17h30 na Praça XV
Pacolmo – Espanha
Espetáculo Vagabundos
Espetáculo espiritualmente inspirado no filme “Milagre em Milão” de Vittorio de Sica, e no qual recria de forma poética o palhaço Barbone, que representa o personagem pobre e itinerante que cheio de fantasias cria situações cheias de alegria de viver, em contraste com sua origem e realidade mais próxima.

25/11 (sexta-feira)
20h no Galpão
Na Makaka
Espetáculo É Nois na Xita
Além dos truques de malabarismo, monociclo, acrobacia equilibrismo e palhaçada, o espetáculo é também musical, brincando com ritmos tipicamente brasileiros e permite envolvimento e interação com o público.

26/11 (sábado)
11h no Calçadão
Convidados
Cortejo “Palhaços em Movimento”

26/11 (sábado)
16h na comunidade Leão e Leão
Pacolmo – Espanha
Espetáculo Vagabun,dos

27/11 (domingo)
16h na Comunidade Mata e Itápolis
Clerouak e Maria Lulu – São Paulo/SP
Espetáculo E Tome Palhaço
O espetáculo mostra a visão idealista de mundo de dois palhaços, atuando em cena como verdadeiros astros, com números de música, mágica, dança e malabares. Entre múltiplas apresentações eles percorrem diversas linguagens, propondo um resgate ao riso, a alegria e espontaneidade sem receio ou medo do ridículo.

27/11 (domingo)
20h na Casa das Artes
VagaMundo – Santa Maria/RS
Espetáculo La Perseguida
O Palhaço Rabito chega com seus apetrechos preparado para um grande acontecimento. Depois de hoje sua vida, e a do público, não será mais a mesma… Rabito é um palhaço da vida, daqueles que vagam pelo mundo a dissipar alegrias. Movido pela embriaguez da paixão, o palhaço que ama demais confronta-se com a sua irrisória estupidez, hoje, outra vez…

terça-feira, 15 de novembro de 2011

EM CENA... EM BREVE

Projeto EMCENA BRASIL- Circuito Paulista - COMGÁS

As apresentações acontecem gratuitamente para a população em Praças , Ruas , parques e logradouros públicos
A Companhia de Gás de São Paulo (Comgás) em parceria com a Companhia Abaréteatro e a Associação Abaré Arte em Cena, apresentam o Projeto EMCENA BRASIL - Circuito Paulista 2011. O projeto de difusão cultural que utiliza um contêiner transformado em palco para apresentações de espetáculos de teatro, circo, música, oficinas, Mamulengos, exposições itinerantes além de sessões de curtas-metragens.

O projeto como equipamento de difusão, tem como principal objetivo oferecer gratuitamente diversas atividades culturais à população. A caravana irá viajar inicialmente por onze municípios paulistas, sempre aos finais de semana, com uma estrutura que inclui palco, som, iluminação, tela de cinema de 150 polegadas, camarins, além de 300 banquetas plásticas para a platéia e uma grande tenda que abriga o palco e o público . E assim toda estrutura e tecnologia serão instaladas ao ar livre, podendo assim proporcionar aos presentes o mesmo conforto e qualidade de espetáculos artísticos nas salas convencionais de teatro. O projeto é realizado por meio da lei de Incentivo Fiscal da Secretaria de Estado da Cultura, Governo do Estado de São Paulo – ProAc – Programa de Ação Cultural e com o apoio das Prefeituras locais e seus respectivos Deptos de Cultura.
A Abaréteatro, criadora e idealizadora do projeto desde 2007 é composta por 18 pessoas, entre atores, técnicos, monitores e equipe operacional, que desenvolve um trabalho de formação cultural e de inclusão social na cidade de Itanhaém, e como convidado especial Grupos Musicais, Companhias de Teatro e de Circo, e que participarão com os seus principais espetáculos, todos com extenso currículo, qualidade reconhecida e já amplamente premiados nos principais centros culturais e nos diversos Festivais de Cultura espalhados pelo Brasil e no Exterior. O excelente nível e a interação presente em todas as apresentações aproximam os espectadores do que de melhor se produz no país tanto na música, como nas diversas linguagens teatrais, num evento único, valorizando a cultura popular e o artista nacional. Ao todo serão mais de 50 artistas que desfilarão suas habilidades em dois dias de muita cultura lazer e entretenimento.
Segundo Orlando Moreno, produtor executivo do projeto, “Em quatro anos de circulação e em outras edições, esse projeto, já atingiu mais de 300 mil pessoas, passando por mais de 80 cidades em quatro estados de norte a sul do país” assim conclui “Nós estamos de fato levando a cultura onde o povo está e todo esse sucesso de público prova que o brasileiro, ao contrário do que dizem, tem muito interesse pela arte como um todo, pela boa música, o teatro e de um modo geral, vibra, participando e aplaudindo entusiasticamente todas as nossas apresentações”.
A Comgás é a maior distribuidora de gás natural do Brasil. Atende a mais de 1 milhão de clientes, por meio de seus mais de 7,6 mil km de redes, em 68 cidades de sua área de concessão, que engloba a Região Metropolitana de São Paulo, Região Administrativa de Campinas, Baixada Santista e Vale do Paraíba. A Comgás apoia a realização de projetos socioculturais que promovam o desenvolvimento sustentável das cidades em que está presente.

sábado, 12 de novembro de 2011

DOMINGO TEM TEATRO

Neste domingo, 20h, no Teatro Municipal de Sertãozinho, o Grupo de Iniciação ao Teatro apresenta a peça Vai Com A Valsa, texto e direção de Américo R. de Souza.
O ator Arthur Volpe Zanini, da primeira turma do Grupo (1981) estará em cena com seu filho Vinicius de Carvalho Zanini. Um momento muito marcante, com certeza. Ingressos apenas R$ 5,00.

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Evento acontecendo na região

Vai começar o 2º. Festival de Teatro de Ribeirão Preto

A partir de 11 de novembro, até o dia 20, Ribeirão Preto realizará o 2º. Festival de Teatro da cidade. O Festival é uma realização do atual governo, por meio da Secretaria Municipal da Cultura, Fundação Dom Pedro II, Theatro Pedro II e Secretaria de Estado da Cultura. Conta com apoio do SESC, SESI, Fundação Instituto do Livro e PRO Ler – Comitê Ribeirão Preto e grupos de teatro da cidade. O evento tem patrocínio Banco do Brasil e parceria da Cory e Galeria Diniz Buffet e Eventos.
Uma das novidades para este ano, foi a contratação de uma curadoria, visando a ampliação do espaço de atuação do festival e melhora o diálogo com os profissionais da área. A curadoria está sendo realizada pela dramaturga, atriz e professora universitária, Letícia Andrade, doutoranda em Artes Cênicas da Universidade de Belo Horizonte, que preparou a articulação de contatos com grupos de vários locais do Brasil, buscando manter o Festival atualizado com as demandas do mercado cênico.
A Curadoria implantada está atuando desde o edital, acompanhamento da seleção, organização de eventos paralelos, espetáculos convidados, grade de programação e logística do festival. “Isso demonstra, sobretudo, o desafio e amadurecimento da Secretaria de Cultura de Ribeirão Preto, que preza pelo aprofundamento da primeira edição, que se revisa e reflete sobre o futuro”, diz Letícia, que já trabalhou no núcleo do grupo Galpão e deu aulas no Palácio das Artes em Belo Horizonte.
A seleção dos trabalhos foi feita por uma Comissão Avaliadora, composta por Aceves Moreno, Clayton Mariano e Evill Rebouças. Onze grupos de teatro foram selecionados: Grupo Zibaldoni (Gran Circo Internazionale e a Saga dos Heróis Desconhecidos), Companhia das Cenas (Causos Russos), Cia Teatral Tertúlia (O Menino com o Coração de Gelo), Balaco do Bacco (Josué e o Pé de Macaxeira), Cia Cornucópia de Teatro (Sr. e Servo), Rafael Bougleux (Amor em fragmentos), Cia Teatral Boccaccione (A Igreja do Diabo), Cia Teatro de Riscos (O Horácio), Grupo TPC (O Despertar da Primavera), Karina Pereira Marques (Pânico – Ansiedade Parocística Episódica) e Núcleo de Teatro Queratina (Departamento Pessoal). Após todas as apresentações haverá um debate, no mesmo local.
Convidados- Para incrementar e enriquecer ainda mais o Festival, alguns convidados terão participação especial no evento. De Belo Horizonte, virá o premiado Grupo Espanca! para uma apresentação de “Por Elise”, no dia 17 de novembro, no Teatro Municipal. Outro convidado será o gaúcho Aceves Moreno, ator e diretor, atualmente reside em Minas Gerais, onde é professor na Universidade de Ouro Preto (MG). Aceves irá debater ‘Teatro, Educação e a Seleção dos espetáculos de Ribeirão Preto’, no dia 11 de novembro, às 18h no Centro Cultural Palace.
No dia 11, às 20h a atriz Andreia Duarte, de Belo Horizonte, faz sua participação, no Centro Cultural Palace, apresentando uma improvisação a partir de princípios físicos e culturais. Andreia Duarte é atriz, professora, pesquisadora corporal e produtora. Foi para Dinamarca participar do Workshop “O ator que dança”, com Odin Teatret, ministrado por Augusto Omolú, Roberta Carreri, Jan Ferselev e Else Marie Laukvik, 2010.
Outra convidada é a dramaturga, ensaísta, poetisa, tradutora e doutora pela ECA-USP, Renata Pallottini, que no dia 15 de novembro, participa do Festival como debatedora, após a apresentação de “Causos Russos”, no Teatro Municipal.
Oficinas –  ‘Máscaras, Bufões, Truões e Parlapatões’ com Augusto Marin e Will Saint Claire, nos dias 11 (14h às 18h) 12 e 13 de novembro (10h às 14h). Samir Yazbek dará a Oficina ‘Dramaturgia em Movimento’ nos dias 16, 17 e 18 (18h30 às 21h30).
Sala de Teatro – Novidade nessa edição, é a presença do Projeto Sala de Teatro, que participa do Festival, através da Mostra Estudantil Sala de Teatro. Trata-se de um importante projeto de orientação para formação de grupos de teatro em escolas públicas, realizado pela Secretaria Municipal da Cultura, Cia.Ainda Sem Nome e Origem Produções e apoiado pela Secretaria de Estado da Cultura –Programa de Ação Cultural. Serão apresentados nove espetáculos no Teatro Santarosa, nos dias 13, 14 e 15 de novembro, como “A Menina e o Vento”, “Brasil meu Brasil”, “Sonho de uma Noite de Verão”, entre outros

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Novo convite da FEFA

Convite a todos para o espetáculo "VAI COM A VALSA".
Cena de Vai Com a Valsa em montagem anterior.

Será dia 13/11/2011(domingo) às 20h00 no Teatro Municipal de Sertãozinho.
Dessa vez, um espetáculo descontraído e alegre! Espetáculo interpretado pelo elenco Juvenil do GIT.
Conta a história de um rapaz chamado Henrique. A peça vai desde os anos 50 até os dias de hoje. Henrique passa da vida no campo para a cidade, vive a ditadura e a censura.
O espetáculo mostra as mudanças de brincadeiras durante essas décadas, as mudanças da "forma" de pedir uma menina em namoro, as mudanças de costume do brasileiro, etc...
Conto com a presença de todos!!!! Espetáculo indicado para todas as idades!!!!

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

UM CONTO DE FLAUTAS

FERNANDA CORNETTA CONVIDA:
NAO PERCAM A NOVA VERSÃO E NOVO FIM! SEM O CLIMA INFANTIL, SEM OS PERSONAGENS INFANTIS. UMA VISÃO QUE MOSTRA A PREPOTENCIA, QUESTINA A MORAL E A POLÍTICA. VENHA CONHECER A NOVA VERSÃO DA CLÁSSICA HISTÓRIA DE AMÉRICO R. DE SOUZA.
DOMINGO, DIA 06 DE NOVEMBRO, 20H, NO TEATRO MUNICIPAL DE SERTÃOZINHO
INGRESSOS APENAS R$ 5,00

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Prêmio Funarte de Teatro Myriam Muniz 2011

INSCRIÇÕES ABERTAS ATÉ 3 DE NOVEMBRO DE 2011

Artistas, produtores, associações, cooperativas, companhias, grupos e empresas teatrais de todo o país podem inscrever seus projetos no programa e ganhar prêmios de até R$ 150 mil. O processo seletivo está dividido em duas categorias: A) circulação de espetáculos e B) montagem de espetáculos e/ou manutenção de atividades teatrais de grupos e companhias. Serão contempladas e viabilizadas, ao todo, 111 propostas de trabalho. Investimento total: R$ 10 milhões
Edital em http://www.funarte.gov.br/edital/premio-funarte-de-teatro-myriam-muniz-2011/

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

A COMÉDIA É UM GÊNERO MENOR?

Será que a comédia é menos qualificada que outros gêneros teatrais?
Mesmo bem feita, cumprindo o propósito?
Mais uma vez, satisfação do público, do juri, do elenco, da produção.... Mas....

terça-feira, 18 de outubro de 2011

CABRAL EM PONTAL NO MAPA CULTURAL

Neste domingo, dia 23 de outubro, às 20h, a peça Cabral a esquadra se deu mal
estará em Pontal,
participando do mapa Cultural.
Vai ser bem legal,
uma apresentação especial.

domingo, 16 de outubro de 2011

NA MESMA PRAÇA, NO MESMO BANCO

Hoje eu acordei com saudades de você

Beijei aquela foto que você me ofertou
Sentei naquele banco da pracinha só porque
Foi lá que começou o nosso amor
Senti que os passarinhos todos me reconheceram
E eles entenderam toda minha solidão
Ficaram tão tristonhos e até emudeceram
Aí então eu fiz esta canção
A mesma praça, o mesmo banco
As mesmas flores, o mesmo jardim
Tudo é igual, mas estou triste
Porque não tenho você perto de mim
Beijei aquela árvore tão linda onde eu
Com meu canivete um coração eu desenhei
Escrevi no coração meu nome junto ao seu
Ser seu grande amor então jurei
O guarda ainda é o mesmo que um dia me pegou
Roubando uma rosa amarela pra você
Ainda tem balanço, tem gangorra meu amor
Crianças que não param de correr
A mesma praça...
Aquele bom velhinho pipoqueiro foi quem viu
Quando envergonhado de namoro eu lhe falei
Ainda é o mesmo sorveteiro que assistiu
Ao primeiro beijo que eu lhe dei
A gente vai crescendo, vai crescendo
E o tempo passa
E nunca esquece a felicidade que encontrou
Sempre eu vou lembrar do nosso banco
Lá da praça
Foi lá que começou o nosso amor

Era o Piquete, teimando com a garoa, na Praça Antonio Almussa, fazendo fundo para o movimento da Feira

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

ANIVERSÁRIOS CULTURAIS

Semana bacana, muita gente importante ligada a cultura fazendo aniversário em Sertãozinho.
Dia 11 foi aniversário do Américo.

Dia 12 é a data do Toninho Costa

Fechando a semana, mamãe Cida faz festa no dia 15! Professora e participante da Academia sertanezina de letras.

domingo, 9 de outubro de 2011

ROGER FRANCHINI

Falamos agora com Roger Franchini, o autor sertanezino que está em maior evidência no país.
Contratado da editora Planeta, já lançou um livro e está preparando mais dois.
Tentamos trazê-lo na Feira do Livro. apesar da divulgação, não houve a efetivação do convite pela organização. Ou seja, divulgamos que ele viria e a organizção da feira não fechou contrato. E era sem qualquer custo...
O importante é que a vida segue. Em novembro chega o segundo livro da série Grandes Crimes escrito por ele, que é o autor ofical no Brasil. O promeiro falou do asslato ao Banco central (Toupeira) e o próximo fala do assassinato dos pais de Suzane Richthofen por ela e os irmãos Cravinhos.
E, além disso, está lançando um curta metragem onde é o roteirista!
Indo cada vez mais longe. Pelas próprias pernas e esforço, sem padrinho, só pela competência.
Olha a mensagem dele:
Amigos,

Nosso último curta, Inquérito Policial nº 0521/09, está concorrendo ao Prêmio Porta Curta Petrobras, e vai ficar disponível no site durante o período do Festival do Rio, até dia 18.
Adoraria que todos pudessem assistir e votar no filme. Ele está nesse link e é bem simples votar: http://portacurtas.org.br/Filme.asp?Cod=11313
Forte abraço!!
Roger Franchini

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

FESTIVAL DE TEATRO DE PONTA GROSSA

Não fomos classificados!!! Continuo tentando. Mas considero que a seleção foi de ótimo nível. Comentem, por favor.

39º FESTIVAL NACIONAL DE TEATRO - FENATA
ESPETÁCULOS ADULTOS SELECIONADOS: CINE-TEATRO ÓPERA – AUDITÓRIO A

1. Peça: TUDO QUASE NADA
Grupo: PÉ DE VENTO TEATRO Cidade: FLORIANÓPOLIS - SC
2. Peça: TARTUFO
Grupo: FARSA Cidade: PORTO ALEGRE - RS
3. Peça: MIGUILIM
Grupo: DE TEATRO TANAHORA/PUCPR Cidade: CURITIBA - PR
4. Peça: O ARQUIVO VIVO
Grupo: DE TEATRO FARROUPILHA Cidade: IPATINGA - MG
5. Peça: PÉ NA CURVA
Grupo: CIA DE 2 Cidade: SÃO JOSÉ DOS CAMPOS - SP
6. Peça: SER TÃO GRANDE
Grupo: ARTE E FATOS - PUC GOIÁS Cidade: GOIÂNIA - GO
7. Peça: NÚMEROS
Grupo: OS GERALDOS Cidade: CAMPINAS - SP

SUPLENTES:
1. Peça: CALLE
Grupo: TRUPE DE TRUÕES Cidade: UBERLÂNDIA - MG
2. Peça: HAY AMOR
Grupo: OS GERALDOS Cidade: CAMPINAS - SP
3. Peça: AS BRUXAS DE SALÉM
Grupo: MANDRIÕES DE TEATRO Cidade: UBERLÂNDIA - MG
4. Peça: ATÉ QUE A MORTE NOS SEPARE
Grupo: MÊNADES & SÁTIROS CIA DE TEATRO Cidade: PRESIDENTE PRUDENTE - SP

ESPETÁCULOS PARA CRIANÇAS SELECIONADOS
1. Peça: A ROUPA NOVA DO REI
Grupo: FARSA Cidade: PORTO ALEGRE - RS
2. Peça: A ARCA DE NOÉ
Grupo: OS ARQUEANOS Cidade: PORTO ALEGRE - RS
3. Peça: A CÃOFUSÃO - UMA AVENTURA LEGAL PRA CACHORRO
Grupo: TEATRO AO QUADRADO Cidade: PORTO ALEGRE - RS
4. Peça: A HISTÓRIA DE TODAS AS HISTÓRIAS
Grupo: ARTE DA COMÉDIA Cidade: CURITIBA - PR
5. Peça: A MENINA E O MENINO
Grupo: TRUPE KEI Cidade: PARAGUAÇU PAULISTA - SP

SUPLENTES:
1. Peça: A BRUXA MALABÉ
Grupo: CIA CORNUCÓPIA DE TEATRO Cidade: RIBEIRÃO PRETO - SP
2. Peça: O FEITIÇO
Grupo: AUTONÔMOS DE TEATRO Cidade: UBERLÂNDIA - MG
3. Peça: YAN HAN, MELODRAMA PARA CRIANÇAS
Grupo: CIA DO NÓ DE TEATRO Cidade: SANTO ANDRÉ - SP

ESPETÁCULOS DE RUA SELECIONADOS
1. Peça: MAGIKAMERLUZA
Grupo: THE PAMBAZOS BROS Cidade: SÃO PAULO - SP
2. Peça: DEUS AJUDA OS BÃO
Grupo: COLETIVO BOATO CLANDESTINO Cidade: CURITIBA - PR
3. Peça: A PRINCESA ENGASGADA
Grupo: TEATRAL GRUPO DE RISCO Cidade: CAMPO GRANDE - MS
4. Peça: FOLIA DE UM SEMIDEUS, SABE-SE LÁ O QUE É ISSO
Grupo: TEATRAL DE 4 NO ATO Cidade: RIO DE JANEIRO - RJ
5. Peça: PRATATIVANDO
Grupo: CIA MAIS CARAS DE TEATRO Cidade: FORTALEZA - CE

SUPLENTES:
1. Peça: OM CO TÔ? QUEM CO SÔ? PROM CO VÔ?
Grupo: CIRCO NAVEGADOR Cidade: SÃO SEBASTIÃO - SP
2. Peça: MAHUET E O MUNDO
Grupo: OS FALSÁRIOS Cidade: CURITIBA - PR
3. Peça: CIRCO RURAL
Grupo: CLAC CENTRO LONDRINENSE DE ARTE CIRCENSE Cidade: LONDRINA - PR

39º FESTIVAL NACIONAL DE TEATRO - FENATA
ESPETÁCULOS ADULTOS SELECIONADOS  AUDITÓRIO B

1. Peça: AGDA
Grupo: BOA COMPANHIA E MATULA TEATRO Cidade: CAMPINAS - SP
2. Peça: BORBOLETAS DE SOL DE ASAS MAGOADAS
Grupo: EVELYN LIGOCK Cidade: SÃO PAULO - SP
3. Peça: EQUAL
Grupo: CIA DE THEATRO FASE 3 Cidade: LONDRINA - PR
4. Peça: TRAVESSIA PARTE II - DE TÃO LONGE VENHO VINDO
Grupo: SONHUS TEATRO RITUAL Cidade: GOIÂNIA - GO

A RELAÇÃO DE ESPETÁCULOS DE BONECOS/ANIMAÇÃO SERÁ DIVULGADA

domingo, 2 de outubro de 2011

TRABALHO E AMIZADE

A apresentação do La Mínima foi ótima.
Fernando Sampaio está cada dia melhor, com seu palhaço Padoca. Domingos Montagner voltou  bem com seu Agenor para o espetáculo Reprise. O assédio dos fãs televisivos é inevitável (e, às vezes, sem sentido).
Mas como é bom trabalhar com amigos.
O empenho da Companhia para estar em Sertãozinho é inexplicável! Como fizeram questão de estar aqui, mesmo sem cachê. E a cidade retribuiu este carinho.
Do apoio em casa (Rogéria, Beatriz, Isadora e Fernanda) passando pelos Rabugentos (Manoela, Arthur e Fefa, além do Juliano), Zéluiz, Henrique, da atenção da Marcela do teatro, Jornal Momento e outros órgãos de imprensa, o restaurante Casarão que ofereceu o almoço ao grupo, todos foram fundamentais para o resultado. Ausência sentida mas justificada do novo-papai Toninho.

Peço licença apenas para dar crédito ao trabalho desempenhado pelo Sérgio Coelho, que foi além das atribuições do cargo e função na Prefeitura e empenhou-se pessoalmente para que a peça acontecesse, levando equipamento de som do grupo, divulgando nas rádios, jornais, tv. Muito bom. Valeu, Sérgio. Avante.
Em evento recente Sergio e a família Costa: Nério e Antonio.

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

MUITO HUMOR E ALEGRIA EM SERTÃOZINHO, DOMINGO, DIA 02

LaMínima volta a Sertãozinho, agora com seu elenco principal : Domingos Montagner e Fernando Sampaio estarão em Riberão Preto para apresentações de A Noite do Palhaços Mudos e em Sertãozinho com a comédia Reprise, que estará na cidade neste domingo, dia 02 de outubro, 10h30, na Praça 21 de Abril.

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

EXERCÍCIOS MAIS FOCADOS

Hoje o trabalho foi bem reduzido. Apenas dois atores.
Momento oportuno para trabalhar um pouco mais o corpo, aquecer, soltar, relaxar.
E agora, iniciar o trabalho com textos. associar palavras e gestos, expressões e movimentos.
As praças nos esperam. Vamos a elas.

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

DE VOLTA, REVIGORADOS

Retomamos o trabalho do Ácido Sulfúrico. Ainda sem espaço para novas apresentações e após muitos percalços fizemos uma agradável leitura nesta manhã de sexta.
Foi bom o encontro. O texto fluiu bem, as imagens reapareceram.
Realmente é uma montagem agradável.

terça-feira, 20 de setembro de 2011

OBAAA, CARINHA BRANCA DE NOVO!!!!!

Dizem que não devemos postar a nossa felicidade, pois a inveja tem facebook. E daí? Dane-se!!!


Muito feliz, as amigas da Cia Senhas (Curitiba) autorizaram a montagem de A FARSA DE MARY HELP, adaptação de As Precisosas Ridículas, de Moliere.
Vai dar uma trabalho bacana, bem divertido.
Quem se interessa?
E VEM COISA MUITO BOA POR AÍ!!!!

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

LA MÍNIMA EM CRUZ DAS POSSES, DOMINGO, 11 H

Rabugentos Cia Teatral promove, em parceria com o Departamento de Cultura, apresentação da Cia La Mínima, de São Paulo, neste domingo, 11 h, no distrito de Cruz das Posses.


A união faz açucar, faz a força e faz teatro: Sério Coelho, Gilberto Bellini, Marcelo Castro, Ana Lucia (Biblioteca de Cruz), Fernando Sampaio, João Costa, Toninho Costa e Manoela de Carvalho Zanini. Tudo junto e misturado.


SINOPSE

Ao chegarem no local de sua apresentação, dois palhaços descobrem que foram contratados para o mesmo local, no mesmo horário, pela mesma pessoa. Depois de infrutíferas tentativas de provar um ao outro sua prioridade no picadeiro, decidem realizar este trabalho juntos.
Mas no decorrer do show, percebem que juntos seus talentos se multiplicam e também é uma boa oportunidade de renovar o repertório...

O ESPETÁCULO
O Grupo LaMínima nesta montagem, mantêm a característica circense de seu trabalho, prestando uma homenagem direta à tradição a qual fazem parte como origem e estética e ao mesmo tempo buscam nesta raiz, recriar novas formas de narrativas.
Desta vez, para encenar uma metáfora sobre a amizade nos dias de hoje, utilizam-se de técnicas e reprises clássicas (tradicionais atos de palhaços de circo), como eixo para o roteiro, buscando construir simbolicamente, uma interpretação da construção e fortalecimento das relações humanas.
Este espetáculo é como uma revisão das principais técnicas de palhaço desenvolvidas pelo LaMínima em 10 anos de trabalho consecutivo. Estão presentes como alicerces da performance narrativa, a comédia física e a tradição oral circense, elementos fundamentais na construção do universo particular e absurdo do repertório do LaMínima.

FICHA TÉCNICA
Elenco Principal: Domingos Montagner e Fernando Sampaio
Stand – in de Domingos Montagner: Marcelo Castro
Direção, Concepção e Cenografia: Domingos Montagner e Fernando Sampaio
Supervisão Geral: Leris Colombaioni
Consultoria e Pesquisa: Mário Bolognesi
Figurino: Inês Sacay
Iluminação: Wagner Freire
Produção Executiva e administração: Luciana Lima
Música Original: Marcelo Pellegrini
Foto: Carlos Gueller
Produção: La Mínima
Duração: 60 minutos
Faixa etária: Indicado para crianças a partir de 5 anos.
Tema: Amizade e Relações Humanas
Conteúdo: Circo e Entradas Clássicas de Palhaços

terça-feira, 13 de setembro de 2011

RETORNO DO MINC

Hoje estou feliz.
Recebi correspondência do Ministério da Cultura informando que o meu processo avaliado em janeiro sobre evento que seria realizado em maio foi indeferido em agosto por já ter sido executado sem os recursos da Lei Rouanet e estar fora do prazo.
Entenderam? Nem eu. Fica prá 2012.

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

RIDÍCULOS AINDA E SEMPRE

Ontem tive a feliz oportunidade de participar da estréia de "Ridículos Ainda e Sempre" - montagem que marca os 20 anos de atividades dos Parlapatões e 05 anos do Espaço Parlapatões. Muitos amigos e conhecidos presentes na festa deixaram suas mensagens no mural do Teatro.
A peça é bem divertida, retoma algumas situações marcantes do grupo. Vale a pena.
Foi bom reencontrar Joca, Renata, Mariana Muniz, Paulo Marcello, Henrique Strotter e tantos outros. Temos nossa marca no meio cultural.

Foto Lenise Pinheiro

TEXTO Daniil Kharms
TRADUÇÃO Tatiana Belinky
ADAPTAÇÃO Antonio Abujamra e Hugo Possolo
DIREÇÃO Hugo Possolo
ATORES Hugo Possolo, Raul Barretto, Jaqueline Obrigon, Abhiyana e Hélio Pottes
TRILHA SONORA André Abujamra

CENÁRIO E FIGURINO Hugo Possolo
ASSISTENCIA DE FIGURINOS Silvana Ivaldi
ILUMINAÇÃO Reynaldo Thomaz e Hugo Possolo

PESQUISA DE IMAGENS E PINTURA DE CENÁRIO Werner Schulz
PRODUÇÃO EXECUTIVA Cristiani Zonzini
COORDENAÇÃO GERAL Hugo Possolo e Raul Barretto
REALIZAÇÃO Parlapatões/Agentemesmo Prod. Artísticas

terça-feira, 6 de setembro de 2011

NOVO TRABALHO NA FEIRA DO LIVRO

Neste feriado de 07 de setembro estaremos lançando mais um trabalho: AS CIGARRAS FORJAM A PRIMAVERA, novo livro de poesia de Zéluiz de Oliveira. Diagração de Jefferson Ricardo, prefácio de Vasco Pereira de Oliveira e produção geral de Gilberto (Beto) C. O. Bellini  - Rabugentos Cia Teatral.
Integrar as diferentes expressões culturais e fazê-las mais fortes também é uma das missões do produtor cultural.
Torna-se cada vez mais necessário transformar em atos as palavras e praticar a idéias para que elas ajudem a construir nossos sonhos.
Na prática a teoria é outra.

Livro: AS CIGARRAS FORJAM A PRIMAVERA
Autor: Zéluiz de Oliveira
Local: Praça 21 de abril - dia 07/09/2011 - 9h

domingo, 4 de setembro de 2011

Estudos começam hoje. O caminho se faz ao andar!

A obra O Judas em Sábado de Aleluia, de Martins Pena, é uma comédia de costumes, escrita no final do século XIX, contendo apenas um ato e doze cenas.

Martins pena é um dos maiores dramaturgos brasileiros, o criador do Teatro Nacional. Na peça, ele zomba dos costumes sociais do Rio de Janeiro do século XIX, pois trata basicamente de um tema comum esboçado pelos autores românticos: das moças que buscam um noivo para si, bem como um reforço retratista da pequena burguesia: funcionários públicos, militares etc.
Dotado de singular veia cômica, soube aproveitar o momento em que se intensificava a criação do teatro romântico brasileiro, que possibilitava tratar das situações e personagens do cotidiano, e mostrou a realidade de um país atrasado e, predominantemente, rural, fazendo a platéia rir de si mesma. Seus textos envolvem, sobretudo, flagrantes da vida brasileira, do campo à cidade. Assim, apresenta com temas principais, os problemas familiares, casamentos, heranças, dotes, dívidas, corrupção, injustiças, festas populares etc. Sua galeria de tipos compreende: funcionários públicos, padres, meirinhos, juízes, malandros, matutos, moças namoradeiras ou sonsas, guardas nacionais, mexeriqueiros, viúvas etc.
Na peça fica patente a crítica de Martins Pena à sociedade hipócrita que semeia visões distorcidas daquilo que é em sua interioridade podre. Percebe-se a crítica à moral burguesa com os seus desejos e certezas. Fica clara ainda a figura da esperteza de Faustino.
A história passa-se no Rio de Janeiro, no ano de 1844.
PERSONAGENS
JOSÉ PIMENTA, cabo-de-esquadra da Guarda Nacional
CHIQUINHA
MARICOTA e suas filhas
LULU (10 anos)
FAUSTINO, empregado público
AMBRÓSIO, capitão da Guarda Nacional
ANTÔNIO DOMINGOS, velho, negociante
Meninos e moleques

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Eduardo Moreira, em foto muito antiga, das primeiras montagens do Galpão
O ator do Grupo Galpão Eduardo Moreira é uma das vítimas feridas no acidente com o bonde de Santa Tereza que aconteceu neste sábado (27) no Rio de Janeiro. Cinco pessoas morreram e mais de 50 ficaram feridas. Segundo a produção do grupo mineiro de teatro, Moreira está internado, mas passa bem. Recuperação está muito boa.
Ainda de acordo com a produção, o ator teve que passar por uma cirurgia reparadora da orelha. O Grupo Galpão está em turnê no Rio de Janeiro com o espetáculo ‘Tio Vânia’.
As apresentações deste sábado e deste domingo (28) foram canceladas devido ao ator ter se ferido no acidente.


sexta-feira, 26 de agosto de 2011

CABRAL NA MOSTRA GIRASOLA

Saiu o resultado da seleção para 3º Mostra de Teatro Girasola, em Ribeirão Preto.  O espetáculo Cabral  a esquadra se deu mal está entre os selecionados, inicialmente como suplente. Vamos aguardar agora a programação oficial. Ficamos felizes com o resultado.

Ribeirão Preto:Causos Russo – Cia Das Cenas

Ubu Rei – Cia Boccaccione
Horácio – Cia Teatro Riscos
Parô! Há Palhaçada – Os Profissionais
A Bruxa Malabé – Cia Cornucopia
Suplente: Cabral, a esquadra se deu mal – Dalapagarapa

Fora de Ribeirão Preto:Om co to, Quem co sô, Prom co vô – Circo Navegador
Entre divas e senhoritas – Teatro de Senhoritas
Macacos me mordam – Cia Teatro Acidental
Suplente: Cia Rosa dos Ventos com o espetáculo Santimbembe, mambembancos

CURADORES:
***Camila Onofre é programadora cultural do SESC Ribeirão
***Leticia Andrade é atriz, dramaturga, professora de teoria teatral. Doutoranda em Teoria e Prática do Teatro pela Escola de Belas Artes da UFMG, onde é Bolsista da Capes e Mestre em Teoria da Literatura. Atriz formada pelo Teatro Universitário da UFMG. Lecionou no Palácio das Artes e no Departamento de Artes Cênicas da UFOP. Artista há 16 anos, profissionalizou-se como Dramaturga, com mais de onze peças compostas para o Centro Cultural do Grupo Galpão, Palácio das Artes e Grupos de Teatro de Belo Horizonte/MG. Atuou no espetáculo Suba na vida!, e pesquisa o papel do espectador em espetáculos contemporâneos brasileiros e a ocupação de espaços não-convencionais. Atualmente, é curadora do II Festival de Teatro de Ribeirão Preto, 2011.
***Fernando Aveiro é ator, graduado no Curso de Artes Cênicas do Centro Universitário Barão de Mauá, de Ribeirão Preto. Faz parte do CPT - Centro de Pesquisa Teatral-SESC-SP - coordenado por Antunes Filho há três anos, onde participa dos espetáculos "A Falecida Vapt-Vupt" de Nelson Rodrigues e "Policarpo Quaresma" de Lima Barreto, ambos com direção de Antunes, em temporadas em São Paulo, Rio de Janeiro, São José do Rio Preto, Santos, Porto, Lisboa e Buenos Aires. Atualmente integra a nova montagem do CPT.

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

MAIS UM PROJETO RECUSADO

Lamentavelmente não recebi aprovaação para um projeto da Mostra. Explico: para ajudar os eventos da cidade havia inscrito, por minha conta e risco inclusive as despesas, dois projetos no PROAC. Um da mostra e outro do Teatro A Gosto. Para tentar aumentar um pouco os recursos, dar mais estrutura ao evento.
Infelizmente não consegui classificação para os dois. Até acho que os projetos estão em feitinhos! Sei lá. Fiquei triste. Temos que correr atrás de outros meios, senão 2012 será minguado também.
Ou então estou errado e não deveria me intrometer. Apostar no caos. Quanto pior, melhor.

terça-feira, 23 de agosto de 2011

FOTOS DA ESTRÉIA DO ÁCIDO SULFÚRICO


Manoela de Carvalho

Doce de leite

O que vai ser de mim se este anjo vier???

BETO E MANOELA: "Gosto de usar rifle de precisão!"
Parte da equipe: Fefa, Manoela, Beto, Juliano e Rogéria
Arthur, na bilheteria e iluminação!

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

BOA SEMANA!

Uma boa folga para descansar neste domingo e recolocar a vida nos trilhos.
A estréia do Ácido Sulfúrico foi uma grande alegria. Fotos em breve.
O tradicional nervosismo da estréia e os imprevistos normais foram recompensados por um carinho enorme da platéia. Valeu a pena!
Na sexta, apresentamos Cabral, a esquadra se deu mal, na Mostra de Teatro de Pontal. Uma foto aqui para ilustrar.

Platéia muito jovem na sessão das 15h. Trabalho redobrado.

Cabral, a esquadra em Pontal! Agradecimento a todos da secretaria de educação de Pontal
Nesta quarta, o ator e diretor Juliano José estréia mais um espetáculo, desta feita com seus alunos do Ponto de Cultura que criaram o grupo Nefelibatas.

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

CHEGOU A HORA: ESTRÉIA "ÁCIDO SULFÚRICO"

Caríssimos, chegou nosso momento: Ácido Sulfúrico, nossa nova comédia, estréia neste sábado, dia 20/08, às 20h30, no Teatro de Sertãozinho.


É hora de dividirmos com os amigos tudo que desenvolvemos ao longo das últimas semanas.
Que os Anjos e Santos estejam conosco.
Muito obrigado a todos: Juliano, Toninho, Sérgio, aso Rabugentos Rogéria, Arthur e Fernanda Cornetta, Yonas Pê pelo lindo cartaz, Siri e Daniel (Sprint Brazil), DLG, Loja do Naná, Uni-Systems, equipe do Teatro Municipal (Américo, Marcela, Marcelo, Marlene, Roberto, Natan, Salém). Nossos filhos Beatriz, Isadora, Fernandinha, Vinícius e Rafael. E, sem dúvída, nosso amigos que estarão aproveitando este momento conosco na platéia!
Fotos dos últimos ensaios no blog dos amigos Dalapagarapa: http://dalapagarapa.blogspot.com/
Beto e  Manoela

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

ÁCIDO SULFÚRICO: A COMÉDIA ESTÁ CHEGANDO


20 DE AGOSTO - 20H30
TEATRO DE SERTÃOZINHO
NO PALCO: BETO E MANOELA
Texto de Durval Cunha - Blog: http://altamirando1.blogspot.com
Direção e sonoplastia: Juliano José
Iluminação: Arthur Zanini
Cenários, figurinos e maquiagem: Rabugentos Cia
Apoio de produção: Fernanda Cornetta Almeida e Rogéria Saiani Bellini
Apoio técnico: Toninho Costa e Sergio Coelho
Produção: Rabugentos Cia Teatral
Apoio: PraVoar Ponto de Cultura